Tudo sobre a apneia do sono

Se sofre de apneia obstrutiva do sono, sem dúvida que não se encontra sozinho. De acordo com os útimos estudoscientíficos1, mais de 936 milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas por esta doença. Este número impressionante, que foi publicado na revista líder mundial em saúde respiratória, é quase 10 vezes maior do que a estimativa da Organização Mundial da Saúde de 2007, de mais de 100 milhões.

"Mais de 85% dos pacientes com apneia do sono não são diagnosticados"

explica Carlos M. Nunez, M.D., co-autor do estudo e diretor médico da ResMed.

“A AOS aumenta o risco de acidentes rodoviários e de trabalho, e pode contribuir para outros problemas significativos de saúde, tais como hipertensão, doenças cardiovasculares, ou mesmo um mau controlo da glicose para pacientes diabéticos. Conhecemos os riscos e agora conhecemos a dimensão do problema. A abordagem do problema começa com o rastreio de pacientes que sabemos que são de alto risco.”

Por que razão a apneia obstrutiva do sono não é, na maioria das vezes, diagnosticada?

Com mais de 80% dos casos de apneia obstrutiva do sono atualmente não diagnosticados, há milhões de pessoas que não sabem que sofrem do problema.2 Estas pessoas param de respirar repetidamente por 10 segundos ou mais durante toda a noite, acordando para evitar que sufoquem antes de o ciclo recomeçar novamente. O ciclo de interrupção causa privação crónica do sono, mas a maioria das pessoas não se lembra de acordar. Em vez disso, assumem que estão cansadas porque estão sob stresse ou a envelhecer. Ou acabam por ser diagnosticados com insónias, enxaquecas, fadiga crónica ou outras problemas.

eBook: Começar a terapia do sono

Este e-book gratuito [Inglês] contém um guia completo sobre a apneia do sono, as dicas de terapia PAP, e muito mais.

Referências
1. Benjafield et al. Estimativa da prevalência global e fardo da apneia obstrutiva do sono: uma análise baseada na literatura. Lancet Respiratory Medicine 2019. [http://dx.doi.org/10.1016/S2213-2600(19)30198-5](http://dx.doi.org/10.1016/S2213-2600(19)30198-5).
2. Young T, Evans L, Finn L, Patta M. Estimativa da proporção clinicamente diagnosticada de síndrome de apneia do sono em homens e mulheres de meia-idade. Sleep 1997; 20: 705-706.

[myAir]
[myAir]