Estudos acerca de terapia de alto fluxo domiciliar para tratamento da DPOC

Descubra quais os principais resultados de estudos científicos recentes sobre o mecanismo de ação da terapia de alto fluxo domiciliar e os resultados clínicos em pacientes com DPOC.

Quais são os benefícios clínicos da terapia de alto fluxo domiciliar?

Esta página refere exclusivamente a terapia de alto fluxo nasal.
Os benefícios clínicos da terapia de alto fluxo domiciliar incluem:

Melhor gestão de secreções1

Conforto do paciente (graças à administração de ar inalado aquecido e humidificado)

Redução da dispneia durante a realização de exercícios de alta intensidade.2-4

Melhoria da respiração e redução do esforço respiratório.5

Em pacientes com DPOC e insuficiência respiratória hipoxémica, a terapia de alto fluxo é importante:6,7

Redução das exacerbações da DPOC,

Redução das taxas de internamento e dos sintomas - com aumento do tempo até à primeira exacerbação

Melhoria da qualidade de vida do paciente.

Alto fluxo no domicílio

A terapia de alto fluxo permite administrar ar aquecido e humidificado, com ou sem oxigénio suplementar, aos pacientes, no domicílio, a um fluxo maior do que apenas a OLD.6,7,8 A terapia de alto fluxo é adequada para utilização domiciliária, uma vez que os dispositivos domiciliários não requerem uma fonte de abastecimento de oxigénio de alta pressão e o design facilita a sua utilização pelo paciente em casa.

Indicações para terapia de alto fluxo no domicílio

Com base nos estudos disponíveis, a terapia de alto fluxo domiciliária pode ser indicada para pacientes que sofrem de DPOC e a quem foi prescrita oxigenoterapia de longa duração (OLD) ou pode ser indicada como terapia isolada no caso de pacientes que não necessitam de OLD, mas que têm problemas na gestão das secreções.1,6

A terapia de alto fluxo é simples e fácil de utilizar, tendo benefícios tanto clínicos como em termos de resultados para o paciente no que toca ao tratamento da DPOC no domicílio. Atualmente, a terapia de alto fluxo é utilizada em ambiente hospitalar para tratamento de casos agudos em adultos e está a emergir como opção para utilização em terapêutica domiciliária de longa duração para pacientes que sofrem de DPOC. 6,7

Mecanismos de ação e benefícios clínicos

A terapia de alto fluxo funciona através de vários mecanismos, incluindo o transporte mucociliar e a gestão de secreções, e melhora a mecânica respiratória de forma a reduzir o esforço respiratório e aumentar o conforto do paciente.1,5,11,12,13

Para saber mais acerca dos mecanismos de ação da terapia de alto fluxo, por favor, faça download da brochura no botão abaixo. [Em inglês]

mecanismo-ação-terapia-de-alto-fluxo-benefícios-clínicos

Resultados e benefícios para o paciente

A terapia de alto fluxo adjuvante em contexto domiciliário pode reduzir as taxas de exacerbações e de internamento em pacientes com DPOC,6,7 melhorar os sintomas como a retenção de muco1, tosse1 e dispneia durante a realização de exercícios de alta intensidade, 2-4 e, ao mesmo tempo, melhora a qualidade de vida dos pacientes em comparação com o tratamento habitual. 6,7

Taxa de internamento prevista por paciente e por ano com a utilização de terapia de alto fluxo 6*

predicted-hospitalisation-rate-per-patient-per-year-by-HFT-usage v2

Conforto e qualidade de vida do paciente

Os pacientes que sofrem de DPOC e que utilizam terapia de alto fluxo de longa duração no domicílio  demonstraram resultados iguais ou superiores, em termos de qualidade de vida, quando comparados com os pacientes que recebem os cuidados habituais, incluindo apenas OLD.6,7 A terapia de alto fluxo parece ser bem tolerada pelos pacientes7 e contribui para o seu conforto, uma vez que melhora o transporte mucociliar e a gestão de secreções1 e reduz a dispneia durante a realização de exercícios de alta intensidade. 2-4

Terapia de alto fluxo Lumis™

O dispositivo de terapia de alto fluxo da ResMed é um dispositivo terapêutico confortável para os pacientes com DPOC e foi desenvolvido para ser fácil de configurar e utilizar.

Foto não contratual da cânula nasal. Use apenas cânulas nasais recomendadas pela ResMed.

Referências:

    1. Hasani A, et al. A humidificação domiciliar melhora a depuração mucociliar pulmonar em pacientes com bronquiectasia. Chron Respir Dis 2008; 5: 81-86.
    2. Cirio S, Piran M, Vitacca M, Piaggi G, Ceriana P, Prazzoli M, et al. Efeitos de gases de alto fluxo aquecidos e humidificados durante exercícios com uma carga constante e de alta intensidade em pacientes com DPOC grave com limitação ventilatória. Respiratory Medicine 2016; 118: 128–32.
    3. Neunhäuserer D, Steidle-Kloc E, Weiss G, Kaiser B, Niederseer D, Hartl S, et al. Oxigénio suplementar durante o treino físico de alta intensidade na doença pulmonar obstrutiva crónica não hipoxémica. The American Journal of Medicine 2016; 129 (11): 1185–93.

 

  1. Chatila W., Nugent T., Vance G., Gaughan J., Criner GJ. Os efeitos do oxigénio de alto fluxo versus baixo fluxo durante o exercício na doença obstrutiva avançada das vias aéreas. Chest 2004; 126 (4): 1108–15.
  2. Fraser JF, et al. A oxigenoterapia nasal de alto fluxo em pacientes com DPOC reduz a frequência respiratória e o dióxido de carbono no tecido, enquanto aumenta os volumes pulmonares expiratórios e correntes: um estudo cruzado randomizado Thorax 2016; 71: 759-761.
  3. Storgaard LH, et al. Efeitos de longo prazo do tratamento com cânula nasal de alto fluxo enriquecida com oxigénio em pacientes com DPOC com insuficiência respiratória hipoxémica crónica. Int J Chron Obstruct Pulmon Dis 2018; 13: 1195-1205.
  4. Rea H, et al. A utilidade clínica da terapia de humidificação a longo prazo na doença crónica das vias aéreas. Respir Med 2010; 104: 525-533.
  5. Nagata K, Kikuchi T, Horie T, Shiraki A, Kitajima T, Kadowaki T, et al. Terapia de oxigénio com cânula nasal de alto fluxo domiciliar para pacientes com DPOC hipercápnica estável: Um ensaio cruzado multicêntrico randomizado. Anais da American Thoracic Society. 2017
  6. Elshof J, Duiverman ML. Resultados clínicos da terapia nasal de alto fluxo em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crónica. Respiration 2020; 99: 140-153.
  7. Nishimura M. Cânula Nasal de Alto Fluxo Oxigenoterapia em Adultos: Benefícios Fisiológicos, Indicação, Benefícios Clínicos e Efeitos Adversos. Respir Care 2016; 61: 529-541.
  8. Vogelsinger H, et al. Eficácia e segurança na administração de oxigénio nasal de alto fluxo em pacientes com DPOC. BMC Pulm Med 2017; 17: 143.
  9. Biselli P, Fricke K., Grote L., Braun AT, Kirkness J, Smith P, et al. As reduções no “dead space ventilation with Nasal High Flow” dependem do volume do espaço morto fisiológico – “Metabolic hood measurements” durante o sono em pacientes com DPOC e controles. European Respiratory Journal. 2018.
  10. McKinstry S, Pilcher J, Bardsley G, Berry J, Van de Hei S, Braithwaite I, et al. Terapia nasal de alto fluxo e PtCO2 na DPOC estável: Um estudo cruzado controlado randomizado. Respirologia. 2017
[myAir]
[myAir]