Limpeza e substituição das máscaras ResMed

Para manter uma terapia de boa qualidade e proporcionar aos seus pacientes uma experiência confortável, é importante que o seu equipamento e componentes de cuidados respiratórios estejam limpos e sejam substituídos regularmente. Descubra porquê e como.

Limpeza das máscaras

Porque é que é importante que os seus pacientes limpem a máscara?

De cada vez que os seus pacientes utilizam a máscara, a pele deixa um resíduo de óleo à volta da vedação. Ao longo do tempo, os óleos naturais do rosto podem acelerar o desgaste da máscara do paciente. As máscaras também podem perder a cor com o tempo.

É por isso que recomendamos que os pacientes limpem as máscaras regularmente para garantir a eficácia do tratamento.

Os seus pacientes devem lavar as máscaras diariamente, de acordo com as instruções do manual do utilizador, com sabonete neutro ou detergente líquido diluído e água morna (30 °C/86 °F). Também recomendamos que os pacientes lavem o rosto antes de dormir para remover o excesso de óleos faciais, de preferência com um sabonete de pH neutro, e evitem utilizar loções e cremes faciais. Dado que a máscara entra em contacto com o rosto, esses produtos podem interferir na vedação da máscara e possivelmente degradar a qualidade da almofada com o tempo.

Como devem os pacientes limpar as suas máscaras?

Encaminhe os pacientes para o manual específico do utilizador da máscara para obter instruções detalhadas sobre como limpar a máscara. Em geral, aplicam-se à maioria das máscaras as seguintes instruções de limpeza:

Todos os dias, ou após cada utilização:

Desmontar os componentes da máscara (encaminhe para o manual do utilizador da máscara para obter instruções). Os pacientes que utilizam máscaras de almofadas nasais devem desmontar as almofadas da armação.

Lave cuidadosamente à mão os componentes separados da máscara (excluindo o arnês e as faixas macias) esfregando suavemente em água morna (aproximadamente 30 °C/86 °F) com sabonete neutro. Para otimizar a vedação da máscara, os óleos naturais do rosto devem ser removidos da almofada após a utilização.

Utilize uma escova de cerdas macias para limpar a ventilação ou qualquer peça rotativa na sua máscara, como o conector rotativo, anel rotativo ou a articulação esférica, que necessitem de limpeza.

Inspecione cada componente e, se necessário, repita a lavagem até que esteja visualmente limpo.

Enxaguar bem todos os componentes com água potável e deixar  secar ao ar, fora da luz solar direta.

Quando todos os componentes, incluindo a ventilação, estiverem secos, volte a montar a sua máscara (consulte o manual do utilizador da máscara para obter instruções).

Todas as semanas:

Lavar o arnês à mão, incluindo as faixas macias, se as mesmas fizerem parte da máscara.

Enxaguar bem e deixar secar ao ar, afastado da luz solar direta.

 

Tenha em mente que o arnês pode ser lavado sem ser desmontado e que a tinta do arnês pode escorrer durante a primeira lavagem. Se algum componente continuar sujo após a limpeza, ou se houver deterioração visível de um componente do sistema (fissuras, descoloração, rasgos, etc.), esse componente deve ser substituído.

Recomendamos que os seus pacientes utilizem produtos/soluções naturais ou puros para limpar a máscara, uma vez que os vapores residuais deixados pelos produtos de limpeza não naturais podem ser inalados se não forem bem enxaguados.

Substituição das máscaras

substituicao-almofada-mascara- -resmed

Porquê e com que frequência é que os meus pacientes devem substituir a almofada das suas máscaras?

Como qualquer peça de roupa ou acessório, as almofadas da máscara ficam gastas com o tempo. É mais provável que ocorram fugas numa máscara antiga, e que o arnês velho possa perder a sua elasticidade, levando a um aperto excessivo e desconforto. A utilização de uma máscara em boas condições ajudará o seu paciente a desfrutar de uma terapia confortável e eficaz todas as noites.

A vida de uma almofada de máscara depende de vários fatores, tais como a frequência com que o seu paciente a utiliza, o tipo de pele (seca, oleosa, etc.) e a frequência com que a máscara é limpa. Como o programa de substituição da máscara é exclusivo para cada paciente e tipo de máscara, recomendamos vivamente que os pacientes inspecionem a sua máscara de acordo com a rotina de limpeza e manutenção descrita no manual do utilizador fornecido com a máscara. Este contém diretrizes que o ajudarão e ao seu paciente a inspecionar, avaliar e substituir os diferentes componentes da máscara.

cpap-mask-replacement-resmed

Como saber que está na hora de substituir?

Se qualquer parte do sistema apresentar sinais de deterioração (fissuras, fendas, descoloração, rasgos, danos na almofada, etc.), o componente deve ser descartado e substituído.

Em geral, o seu paciente deve substituir a máscara ou algumas das suas partes se:

  • O seu paciente tiver que apertar as tiras com muita frequência
  • A máscara parecer rígida, em vez de macia e elástica
  • O seu paciente sentir que o tratamento esteja a set menos eficaz do que o habitual
  • A almofada da máscara for escorregadia, mesmo depois de limpa
  • A almofada da máscara já não ser clara e transparente
  • A almofada e a armação da máscara mostrarem sinais de desgaste, rigidez, fissuras ou ruturas

Como o programa de substituição é específico para cada máscara e cada paciente, recomendamos vivamente a leitura do manual do utilizador da máscara para obter informações detalhadas.

Perguntas frequentes sobre máscaras

Como escolho a máscara PAP certa para o meu paciente?

Use as nossas categorias de máscara para selecionar uma máscara que encaixa bem e atenda às necessidades individuais dos seus pacientes.

 

Como posso tornar a máscara do meu paciente mais confortável?

Uma máscara que se adapta bem é mais confortável, mais fácil de utilizar e proporciona uma melhor terapia.

 

Como é que devo desinfetar e esterilizar as máscaras?

A ResMed recomendou e validou procedimentos em conformidade com a norma ISO17664 para desinfetar e esterilizar máscaras.

 

[myAir]
[myAir]